Tratamentos para engravidar após os 40 anos!

Sabemos que a partir dos 35 anos de idade as condições para a gravidez tornam-se mais difíceis, de maneira que depois dos 40 anos uma gestação pode ser considerada de risco.

Isto posto, é possível que se façam necessárias, sob acompanhamento médico, algumas intervenções da medicina reprodutiva.

Algumas técnicas disponíveis, entre as quais: Inseminação Artificial, Fertilização In Vitro e Ovodoação. Confira abaixo:

Relação Programada:

Por meio de injeções ou via oral, a mulher recebe medicamentos para estimular a produção de óvulos. Após um período recebendo as medicações, o casal é orientado sobre os melhores momentos para realizar a relação sexual.

Inseminação Artificial:

É um dos tratamentos mais conhecidos e pode ser realizado de duas formas: inseminação intracervical e intrauterina. Em ambas a mulher recebe medicamentos para estimular a produção de óvulos.

Fertilização In Vitro (FIV):

Induz a produção de óvulos igual aos tratamentos anteriores. A diferença é que o embrião será formado no laboratório após o recolhimento dos óvulos e do sêmen do casal. Após a fecundação dos espermatozoides com alguns óvulos, os embriões são colocados na cavidade uterina da mulher e depois de alguns dias é feito o exame de sangue a fim de detectar a gravidez.

Ovodoação:

É a doação de óvulos de uma mulher para a outra. Tudo é feito de forma anônima. Os óvulos da doadora são preparados e recolhidos para que sejam fecundados  com o sêmen do parceiro da receptora em laboratório através da FIV.

Embriodoação:

Embriões excedentes de casais que fizeram tratamento de reprodução humana podem ser doados por eles, quando não há mais interesse em transferí-los. Há situações em que casais em tratamento necessitam tanto de óvulos quanto de espermatozoides doados. Nestes casos, pode ser oferecido o tratamento com embriões doados. ⠀

Da mesma forma que para óvulos e espermatozoides, a doação se faz de forma anônima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *