Relação Programada

carla-iaconelli-relacao-programada

Ou coito programado, é uma técnica de baixa complexidade na reprodução humana assistida, uma vez que o encontro dos gametas feminino (óvulo) e masculino (espermatozoide) acontece dentro do corpo da mulher, mais especificamente nas trompas.

Nesta técnica não há manipulação do sêmen no laboratório. Indicada para casais em que a mulher tenha pelo menos uma das trompas pérvia e saudável, alteração da ovulação e ausência de alterações no colo do útero e cavidade uterina. O homem deve ter a análise seminal normal.

As pacientes devem ter pelo menos uma das trompas saudável e pérvia, o aparelho reprodutivo íntegro e o marido deve ter o sêmen normal.

A relação programada consiste em avaliar o ciclo ovulatório da mulher através de ultrassonografias seriadas e exames de sangue se necessário, e no período ovulatório, orientar o casal a ter relações. O ciclo pode ser estimulado com medicamentos ou pode ser acompanhado o ciclo natural da paciente.

O médico especialista em medicina reprodutiva vai fazer o controle do crescimento dos folículos ovarianos, que são as unidades funcionais dos ovários, é dentro desses folículos que os óvulos vão se desenvolver. Quando a paciente estiver próxima de ovular, o médico pode dar uma medicação que vai induzir a ovulação ou esperar que aconteça naturalmente.

O mais importante deste tratamento é o acompanhamento do estímulo ovariano, que se for demasiada o tratamento deve ser cancelado para evitar gestações múltiplas, grande complicação do tratamento.

O conteúdo deste site é meramente informativo e não substitui em hipótese alguma a consulta médica presencial.