Métodos de Coleta de Sêmen

carla-iaconelli-medicina-reprodutiva-coleta-de-semen

Quando o paciente apresenta espermatozoides no ejaculado, a amostra utilizada nas técnicas de reprodução assistida é coletada através de masturbação em ambiente adequado, e a seguir, o sêmen é processado no laboratório e avaliado.

Se o paciente não apresentar espermatozoides no ejaculado (azoospermia), a coleta deverá realizada diretamente dos testículos ou epidídimos.

Nos pacientes azoospérmicos são indicadas as técnicas de recuperação de espermatozoides através de punções com agulhas finas diretamente do epidídimo (PESA ou MESA) ou dos testículos (TESA), dependendo do tipo de azoospermia.
No caso das azoospermias com causas obstrutivas (vasectomia, ausência de ductos deferentes, processos inflamatórios, etc…) os espermatozoides poderão ser recuperados do epidídimo (órgão vizinho ao testículo) uma vez que a espermatogênese está ocorrendo normalmente. O urologista é o especialista que vai avaliar, examinar e decidir juntamente com o casal a técnica que será utilizada para recuperação dos espermatozoides.

Nos pacientes com azoospermia não obstrutiva (ou secretora) ocorre falha na produção dos espermatozoides. No entanto, nesses pacientes, em alguns túbulos seminíferos (regiões do testículo onde os espermatozoides são produzidos), a espermatogênese pode estar acontecendo. Por isso, até mesmo homens com diagnóstico de azoospermia podem ter filhos biológicos.

Pacientes com vasectomia que não têm interesse em reverter a cirurgia, serão submetidos ao PESA, assim como aqueles com ausência dos ductos deferentes ou com azoospermias obstrutivas causadas por processos inflamatórios. Já nos casos de azoospermias não obstrutivas o paciente deverá necessariamente ser submetido ao TESA ou então à extração microcirúrgica de espermatozoides testiculares (micro TESE).
Após a recuperação dos espermatozoides a técnica de injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI) é utilizada.

Em casos de ejaculação retrógrada (na bexiga), realiza-se preparo do paciente e lavagem da urina com meio de cultura, assim, os espermatozoides são recuperados da urina colhida logo após a ejaculação.
Nos casos de ausência de ejaculação, pode-se fazer estimulação de ejaculação por meio de estímulos vibratórios ou com eletrodos.

O conteúdo deste site é meramente informativo e não substitui em hipótese alguma a consulta médica presencial.